Lawyer to Lawyer, da Freelaw

#50: De um escritório tradicional para um escritório inovador - c/ Sheila Shimada

May 13, 2020 Freelaw Season 2 Episode 30
Lawyer to Lawyer, da Freelaw
#50: De um escritório tradicional para um escritório inovador - c/ Sheila Shimada
Chapters
Lawyer to Lawyer, da Freelaw
#50: De um escritório tradicional para um escritório inovador - c/ Sheila Shimada
May 13, 2020 Season 2 Episode 30
Freelaw

Como transformar um escritório tradicional em um escritório tecnológico? 

Quais são as mudanças necessárias? 

Como manter a equipe engajada e motivada? 

Como encontrar a tecnologia ideal para o seu escritório? 

No episódio de hoje, Gabriel Magalhães entrevista Sheila Shimada.

  • Advogada especialista em direito societário e M&A. Professora de direito empresarial GetUSP (getusp), ESE - Sebrae (escola superior de empreendedorismo do Sebrae), Sócia na Shimada Advocacia.  
  • Formada pelo Mackenzie, Pós Graduada em Direito Processual Civil na PUC-SP, Extensão na FGV Law em Tributação nas estruturas e nos negócios societários, Prática em M&A pela INSPER, LLM em Direito Empresarial pela IBMEC, Business Executive Course em Loyola University of Chicago. Inglês fluente e Mandarim Básico. 

Escute o episódio e compartilhe com seus colegas! Aproveite! 

Comunidade da Freelaw no Telegram: https://t.me/comunidadefreelaw

Conheça o Blog da Freelaw: https://blog.freelaw.work/

Conheça o site da Freelaw: https://freelaw.work/

Acompanhe a Freelaw nas Redes Sociais

Linkedin: https://www.linkedin.com/company/freelaw-work/

Facebook: https://www.facebook.com/Freelaw.work/

Instagram: https://www.instagram.com/freelaw.work/

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCT6_26wyQV7GXriS0kogw1g

Música utilizada no Podcast: www.bensound.com

Show Notes Transcript

Como transformar um escritório tradicional em um escritório tecnológico? 

Quais são as mudanças necessárias? 

Como manter a equipe engajada e motivada? 

Como encontrar a tecnologia ideal para o seu escritório? 

No episódio de hoje, Gabriel Magalhães entrevista Sheila Shimada.

  • Advogada especialista em direito societário e M&A. Professora de direito empresarial GetUSP (getusp), ESE - Sebrae (escola superior de empreendedorismo do Sebrae), Sócia na Shimada Advocacia.  
  • Formada pelo Mackenzie, Pós Graduada em Direito Processual Civil na PUC-SP, Extensão na FGV Law em Tributação nas estruturas e nos negócios societários, Prática em M&A pela INSPER, LLM em Direito Empresarial pela IBMEC, Business Executive Course em Loyola University of Chicago. Inglês fluente e Mandarim Básico. 

Escute o episódio e compartilhe com seus colegas! Aproveite! 

Comunidade da Freelaw no Telegram: https://t.me/comunidadefreelaw

Conheça o Blog da Freelaw: https://blog.freelaw.work/

Conheça o site da Freelaw: https://freelaw.work/

Acompanhe a Freelaw nas Redes Sociais

Linkedin: https://www.linkedin.com/company/freelaw-work/

Facebook: https://www.facebook.com/Freelaw.work/

Instagram: https://www.instagram.com/freelaw.work/

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCT6_26wyQV7GXriS0kogw1g

Música utilizada no Podcast: www.bensound.com

Gabriel:   0:16
as melhores práticas de gestão, inovação e tecnologia no Direito. Meu nome Gabriel Magalhães bem vindo ao longo de esse, pode querer foi oferecido pela Frilot. A forma mais segura para aqui no seu escritório de advocacia contrata advogados online e sob demanda. Eu sei que talvez você nunca pensou nessa possibilidade, mas agora você pode realizar parcerias com advogados especializados em qualquer área do direito, de acordo com a sua necessidade. É só entrar no site da habilidade do ponto frio ponto ou enviar a descrição do serviço que precisa ser deputado, as orientações, o prazo. E aí só aguarda mais acontecer e você visualizar as propostas dos profissionais. Faça parte agora da nossa comunidade realmente o portifólio de serviços jurídicos que seu escritório oferece aos seus clientes. Para a advogada, ao advogado seja bem vinda, seja bem vindo ao episódio de número cinquenta do Loyalty! Loya estão muito feliz, cheio na atividade comemorativa. Estou muito feliz de receber a Sheila estimada para participar conosco. Hoje o tema é de um escritório tradicional para um escritório tecnológico. Como você pode transformar um escritório tradicional, escritório tecnológico? Quais que são as mudanças necessárias? Como que você pode manter a sua equipe engajada e motivada. Como que você encontra tecnologia ideal para o seu escritório de advocacia? Quais ferramentas que você deve utilizar? Tem um prazer de falar com a Sheila porque acompanhou o trabalho dela pelo Instagran e ficamos nos conhecendo virtualmente. Por meio de conexão da própria frio. Achei bem legal que ela produz muito conteúdo. Ela utiliza tecnologias. Ela utiliza, ligou Desai. Ela veio dos que estão. A tradicional já encontrou um pouquinho da carreira dela, que é a gente começar, veio de outros escritórios, criou o próprio, utilizou tecnologia e o currículo dela também é de invejável. Ela é advogada, especialista em direito societário e pela professora de Direito Empresarial do Gueto SP, lá da USP. Ela também é professora na Escola Superior de Empreendedorismo do Sebrae e ela é sócia na chamada advocacia. A Sheila é formada pelo Martins. Ela, pós graduado em Direito Processual Civil na PUC São Paulo, também tem extinção, revelou em tributação nas estruturas e não nos negócios societários, ela também tem prática em NY, pela Ela é de direita, empresa empresarial pelo Ibmec. Também tem um bilhete. Ficou em Loyola, University of Chicago. A Sheila fala inglês fluente, inclusive antes da nossa conversa que ela já estava falando ingleses, na casa dela, também tem uma darem básico seja bem vinda, cheia como que fala bem vindo e mandarem abrigar

Sheila:   3:36
bem vinda? Vai para no meio da rua. Obrigada obrigada a instalar banda foi o verbo no final da frase.

Gabriel:   3:51
Começou contra um pouquinho para a gente dessa trajetória. Como que quais traumas que você tem vindo? Escritórios tradicionais, que você estava falando para mim começar Aí? Como que foi a decisão de criar o seu escritório? Como que você transformou seu escritório de um escritório tradicional para o escritório mais tecnológico?

Sheila:   4:14
Olha os meus traumas nos escritórios tradicionais eles não estavam tão relacionados à questão da digitalização, Mas ele estava mais relacionados da questão da hierarquia, porque não entendia muito bem, porque estava não podia ser ouvido porque ele não tinha boas ideias porque era novo. Não entendia muito bem porque você não tinha acesso ao seu líder ou por que era tão difícil você chegar a um advogado e aquele acesso mais perto do seu líder não entende muito bem a arrogância que a maioria dos advogados tinha. Eu amava a ciência do Direito, mas eu não amava a postura do advogado. Então a minha minha, a minha dificuldade, Eu estava muito mais na institucionalização do profissional do direito, como ele se comportava na grande maioria, principalmente no mundo corporativo do que na ciência? Agora, com relação à digitalização do escritório, eu empreender. Quando já tinha América no escritório passei por uma cena muito especifica que eu tinha uma cliente que ela trocava muitos e meios comigo, E ela, após dois anos de ter ingressado com uma ação comigo, alegou que tinha me entregado documentos. Eu falei para ela não, você nunca me entregou esses documentos ou não. Eu entreguei, Nunca entregou ela que ela não entreguei, deixando a portaria de seu prédio. Ficou aquele bate boca? Eu falei sem ter. O que você não me entregou assim, não entreguem. Inclusive eu te mandei um primeiro. E aí, frank? Missão, vou falando eu te mandei um e mail, onde eu disse que eu estava entregando os documentos na portaria do seu o prédio. Parece que você trabalha que visam imprimir todos os e mails e meio de dois anos. Levei na delegacia e abriu boletim de ocorrência de preservação de direitos. Ao chegar na delegacia com o equivalente a cinco pacotes de quatro, todos impressos. O delegado não quis abrir um Boletim de Ocorrência porque falou que aquilo não era caso. A abertura de boletim de ocorrência, de ser investida, que chamar a Comissão da OAB para a palavra da alegada não estava atendendo. Uma advogada apareceu de inteiro na delegacia Saco e aí eu tenho que tinham que saber. Eu nunca mais recebeu o documento de cliente nunca mais e aí parece não, não posso, então radical. Então eu só vou receber documento digital. E desde dois mil e três quando logo que eu decidi não é saber mais documento de clientes físico para assim, se você quiser mandar o documento, é uma norma no escritório, só via digital. A partir daí começou a digitalização de escritório, a partir da central.

Gabriel:   7:07
Muito legal. É um problema pequeno, às vezes que mais se transforma um problema grande, A gente não consegue administrar e acho que, a partir disso você já havia define. Você já define algum tipo de cliente que se que atendendo porque se o seu cliente e não está de acordo com esse tipo de postura que seu escritório quer, você não? Aqueles clientes, naturalmente fazem evocar um outro tipo de cliente.

Sheila:   7:37
Geralmente o cliente que não consegue trabalhar com um documento digital, ele vai chegar a outros tipos de problema. Então, assim, até mesmo para calcular a hora, você você pega um estagiário que você vai ter que contratar para levar um documento no correio, o tempo que você vai gastar para contratar o motoboy. Verificação também entregues isso tudo. O custo para o escritório, então tem que ver se e do perfil que vai administrar esse tipo de gasto. Esse tipo de de horas no nosso escritório, a gente não tem esse perfil

Gabriel:   8:11
atingida. Quais são as mudanças necessárias para que o escritório de faia apenas escritório de tradicional, mesmo para ele realmente entrar nesse mundo mais tecnológico? Começar a implementar práticas inovadoras? Ele dentro

Sheila:   8:28
Olha, Gabriel, eu te falo que ninguém muda, se não muda primeiro as suas convicções internas. Então a primeira coisa, como se deve mudar no escritório para que ele seja digital? É uma vinte sete, porque não adianta nada. Você comprar melhor tecnologia, ninguém sabe. Mexer. Não adianta nada você contratar melhor assessoria para implantar o software de última geração. Se você está com uma equipe que não está disposta a até uma mente aberta para entender a tecnologia para buscar. Para ser curioso, por que se imagina, é vou dar um exemplo muito simplista. Eu estava na casa de meu pai, ouviu o telefone dele, estava muito ruim e aí eu peguei. Comprei um iPhone de última geração para o meu pai duas semanas depois e não vai falar assim. Estamos devolvendo a Iphone, porque eu prefiro meu antigo, então assim porque eu não sei mexer no iPhone e a gente está configurado, tudo assim são um exemplo simples que aconteceu com meu pai, mas isso vai acontecer em todo lugar. Que as pessoas não tiverem abertas para receber a tecnologia. Então o primeiro requisito que eu vejo em qualquer escritório é você tá com a liderança, que é o que a gente estava conversando um pouco mais anteriormente a liderança tem que estar aberta, a liderança tem que ter a mente aberta para introduzir tecnologia para conseguir. Seria se mais de sete no time de receber o mundo digital. Porque porque o mundo digital eles raramente volátil? Ele muda a toda hora. Você tem que entender que vai ter que reservar um tempo para analisar as novas oportunidades para escutar desenvolvedor para tem eventos, porque não adianta você colocar um software que é maravilhoso hoje, dois mil e vinte e achar que se sofrer maravilhoso de dois mil e vinte vai ser maravilhoso em dois mil vinte e um só se você tiver sorte dessa empresa, se sempre maravilhosa. Mas mesmo se ela for, você vai ter que estar sempre comparando os concorrentes dela. Você vai ter que estar sempre comparando se as necessidades do seu escritório. Não vou mudar. Então se você não tiver a mente aberta, praticamente abertas também escutar tem que saber. Então são concorrentes. Tem que saber se estava o concorrente do salto para que está contratando. Tem que saber escutar os seus funcionários para não ficar. Ainda está muito tempo que a gente faz escritório, eu sou a sócia, então a minha mente tem também bandeira

Gabriel:   11:08
sobre dar um pouquinho mais de contexto quanto um pouquinho

Sheila:   11:10
a gente

Gabriel:   11:12
área de atuação e tudo, assim como o perfil dos clientes, vocês,

Sheila:   11:16
nós somos escritório butique. A gente tinha antes de ser digital. A gente estava com nove advogados. Depois que eu coloquei, alguns deles, a gente passou para três advogados, com quarenta por cento a mais de clientes. E aí, conforme escala, eu comecei a escalar, inserindo tecnologia e desenhando o processo inteiro. Então vou te dar um exemplo nós fazemos o planejamento societário das empresas e para fazer um planejamento societário, a gente tem sete passos. Um desses espaços é a dor. Diligencias então, para fazendo diligência da empresa, Então só são para fazer uma verba. Viu aqui o cliente chega, a gente faz entrevista com ele, Depois a gente vê as partes relacionadas. Depois de ver as partes relacionadas. A gente tem que fazer do dirigente dele e das partes relacionadas para só depois a gente apresentar um diagnóstico de riscos. Depois dos diagnósticos de riscos, a gente apresenta os projetos. Depois de apresentar os projetos, a gente vai executar os projetos que estão a partir de analisar diagnósticos, registos. Elaborar projetos tem que ser feita por advogados. Não tem como escapar, mas os indígenas, que é verificar quantos processos todas as empresas, têm a nível Brasil. Quando se trata dos administrativos, todas as empresas têm nível brasil investigativo de graça. Te dão um processo trabalhoso, seu colocado, pessoas para fazer. Ele vai demorar e possa errado. Então é quando eu vou fazer o processo de desenho da elaboração de cada serviço, que é o preço. Eu, como eu passo, é identificar onde é indispensável. Terceiro ano, onde é indispensável teu aonde eu posso inserir um robô? Então eu posso inserir robô, eu busco solta, eu saio loucamente, atraiu, solta. E aonde eu tenho, que insere ser humano o ser humano, e aí às vezes encontra o sol ter necessário para aquilo. Mas a gente tem um lema do escritório Sempre tenho medo de pronto para desenvolver algo para você. Eles, os grupos de lata pela que a gente fiquei? Esses dias eu fui no Hackathon. Eu passo é dormir quase na universidade, como antes, de vinte e poucos anos, vivendo, que querem me que era votar o mundo totalmente diferente, que não é saber falar de gente que está fazendo aqui. Vai ser um tipo de mais de sete que você tem caixa só de três novos softwares, novo, novas tecnologias. E quando eu achei si só obter para do dirigente, eu paguei nele o valor de um advogado ser, mas ele me possibilitou expandir no escritório, de forma que assim hoje eu consigo concorrer com grandes escritórios, porque sabemos só que tem que me permitisse, Eu, robô, dizer em uma área do meu escritório essencial? Então, assim basicamente eu acho que é isso que eu não sei se responde. Essa pergunta tem mais digitalizar uma parte essencial.

Gabriel:   14:22
Eu acho que o vírus em dois, duas questões, primeiro tinha um pressuposto, isso você trouxe no início. A gente precisa de que a liderança, ela apoia esse tipo de iniciativa. Realmente isso seja a grande prioridade da liderança, que se não for o projeto vai morrer muito difícil. Então você está escutando a gente não é tomada de decisão, escritório, trabalho, escritório, grande, porte. A verdade é que se as lideranças do seu escritor não apoiarem mesmo, é muito difícil você conseguir mudar sozinho. Pelo menos eu acredito muito nisso. Acho que tem que vinte vir do topo. E como exemplo a gente levar isso para baixo nesse sentido, mas ao mesmo tempo sim. Hierarquia porque se você tem uma hierarquia demais para causar trauma, gosta e já trouxe aqui para a Argentina

Sheila:   15:07
olha super conhecida por meu sincericídio! Eles são assim são senta no escritório que ainda não ser digitalizada. Cara a sua liderança não se conscientiza disso. Não é a sua posição de que ele não é um escritório que consegue sobreviver porque, há cinco anos, ele no escritório que conseguiu sobreviver daqui a dois anos,

Gabriel:   15:36
e quando a gente

Sheila:   15:37
para a realidade,

Gabriel:   15:39
não. Com certeza eu acho. Quando a gente compara o escritório que ainda está atrás do tempo. Nem com o escritório, que está buscando nova, em que vem, de uma forma nítida. Diferença diferencial, competitivo. Porque se eu conseguir entregar o mesmo produto, às vezes até melhor, mesmo serviço, no caso, né? Com mais qualidade, com mais agilidade e o meu custo, menor do que o meu concorrente, eu vou cobrar até menos o meu cliente final, o entregar um serviço melhor para ele. E aí não tem como. Não tem como outro advogado do escritório concorrer comigo. Então é muito importante a gente começar a pensar como que a tecnologia pode aumentar o nosso diferencial competitivo, o direito e a advocacia. Especificamente, na verdade, ela é de algo não escalável, você vende suas horas, no fundo, você vem de serviço. E para você entregar um serviço, você chega um momento que você já tenha o máximo de serviço possível. E a única forma convencional de entregar mais serviço, aumentando o tamanho da sua equipe. Só que se você utiliza automação é um ponto, você busca uma outra ferramenta para te dar mais agilidade com a mesma equipe. Você consegue entregar mais mais que isso? Que que a importância da tecnologia se concorre?

Sheila:   16:54
Eu concordo e assim eu acho que estão para complementar. Eu queria quebrar alguns paradigmas que eu mesma não achei que seria possível quebrar. Mas eu vivi isso, eu vivo isso, então queria só assim. Se você é um colega que está escutando e tem um escritório pequeno, como eu queria discutir, dizer que isso acontece comigo? Eu trabalho na área de mim, Nem eu sou escritório, pequeno e novo. Eu sou mulher e nova. Então, assim são muitas coisas que teoricamente seriam negativas para a área. E aí eu desenho todos os meus processos. Eu assisto, pode queixas da fila, fico chocada, com qualidade, porque eu paguei vários cursos nessa. Enfim, fiz um monte de cursos. Eu vejo que a crise não sabe pegar na veia, a dor que a gente sente. E aí eu comecei a fazer as mudanças no meu escritório e que eu vejo assim. Para digo não o cliente, ele quer resultado ponto e aí o meu escritório tem cinquenta metros quadrados. Ele é uma gracinha. Não deixa a parte de de coração. Mas ele tem cinquenta metros quadrados, ele tem poucos advogados. Só que ele é eficiente ele, assim esse sobre ter. Por exemplo, eu jogo lá o nome da pessoa, ele lá. Na hora me fala de quem ela é só ser de contas de empresas, ela tem qualquer faturamento. Todas as informações públicas, ele traz na hora esse só ele Tá aí para qualquer um. Pagasse, tiver dinheiro para pagar a cara pra caramba, Mas ele é um dos grandes escritórios, mas você quiser pagar bem, caro, ele tá, aí ele dá a essas informações. Na hora ele faz a do dirigente na hora. Então enquanto que você vai cobrar antes as pessoas cobravam, que é de cinco mil reais, dez mil reais por uma. Eu posso cobrar hoje? Encerra. Se quiser níveis de entregar em quinze dias a entregar na hora olha, esse diferencial que eu tenho solta, essa qualidade vai entregar uma qualidade dos grandes escritórios. Então, quando fala do meu cliente, ele vê que a verdade acho que ele vai querer contratar quem e aí eu falasse me dar uma chance, porque a vós provar, tem uma qualidade muito boa e ele fala assim. Mas como assim você me dão? A chance de dar mais seus avós provoca uma qualidade muito boa. Ele que está acostumada com o escritório que quer cobrar dez vezes mais do que estou cobrando, ele veio no trabalho da mesma, da mesma qualidade. Assim nunca vai ser um trabalho intelectual, mas ele que é possível, trabalhar encantado, não vai ser sempre assim.

Gabriel:   19:43
Uma questão assim que sobre isso que estou falando assim no direito, a gente tem sempre uma conversa que todos advogados repetem. Ela é importante, que é sobre a valorização do advogado, e a gente, de fato, tem que lutar para valorizar o advogado. Só que esse discurso de valorização do advogado. Muitas vezes ele é utilizado de uma forma errada, para fazer com que advogados cobrem preços exorbitantes por serviços que poderiam ser feito de uma forma muito mais simples. Se um serviço já existe, uma tecnologia que ela, como de TISA, um serviço que anteriormente era complexo, naturalmente, o preço do serviço foi vai cair e vamos. Vamos usar o valor novo agora desse serviço vamos cobrar um valor justo dos clientes. Vamos criar uma relação de confiança com esses clientes e vendido serviços caros, mesmo quando informa estratégico. Porque às vezes eu vendi um como elitizado aqui, que anteriormente era mais cara. Agora estou vender mais barato E para os próximos serviço, depois que ele já estou no meu cliente, ele confia mais em mim. Aí agora ele virou um cliente fiel e eu vou vender várias vários outros serviços, vai indicar para os clientes. Então, acho que às vezes falta esse tipo de análise de vinte têm muito medo de utilizar a tecnologia a nosso favor. A minha visão de ciência concorda.

Sheila:   21:05
Eu concordo, eu concordo, principalmente que assim você vai poder cobrar pelo serviço de advogado. E aí você vai deixar o robô a fazer o serviço de robô, o advogado, fazer o serviço do advogado. Essa questão você não precisa comprar barato pela hora de advogado, desde que você saiba desenhar o seu processo e cobrar pela sua hora. Efetivamente não pela Globo, Pode fazer,

Gabriel:   21:29
não muito legal. E assim como que você mantenha sua equipe engajada em motivadas? Quais rituais vocês utilizam ferramentas?

Sheila:   21:41
Olha para manter não foi fácil. Eu Cometi muitos erros no começo, mas muitos pensa assim. Que tipo tem sido? Uma pessoa que errou muito na gestão de pessoas, essa pessoa cheia? E aí eu tive último funcionário de se demitiu, pedir para ele um ser de dez daqueles desista da vida, ajuda, porque eu precisa se entender como que funciona essa questão de ser chefe, porque a minha estaria muito humilde estados ou a menina do interior estudar em São Paulo e queria só estudar. E sua advogada Social Médio. Nunca pensei em ser uma dona de escritório, então tive muita dificuldade de gestão de pessoas por causa dessas inúmeras dificuldades. Estudei muito para aprender a fazer esse mesmo funcionário que permitiu Assim, não vamos fazer um curso de gestão de pessoas. E eu tenho muito na internet, não queria tipo lançar aqui de um curso que me ajudasse mesmo. E aí eu fiz um curso de gestão de pessoas na escola, com querem, está super na moda agora e me ajudaram muito hoje em dia coisas, práticas que tenham. Eu tenho reunião de um ano, ao ano, durante uma hora com todos os funcionários, todos ela, todas elas durante uma hora, a partir da semana reunião de equipa uma vez por semana e durante o dia rapidinho são Shekau de como todas. Com relação ao trabalho, isso é possível. A gente faz uma almoço, uma confraternização uma vez por mês. Isso já é suficiente. Agora, nada como exemplo, uma coisa que eu acho muito interessante e a gente tem moral de cada dadas, moral, escalada, muito importante. Então ser, se a gente é, a gente tem uma listinha, sim, de todos os erros, de que a gente cometeu durante todo todo o processo e como que a gente fez para para consertar esses erros? Então, por exemplo, assim, olha nesse processo a gente cometeu tal erro e esse erro ele teve tal consequência, como que a gente fez para conseguir parecer, a gente usou tal mecanismo. Então hoje a gente tem um procedimento que é criado por causa de seu o que aconteceu e a gente respeita esse procedimento, em função desse histórico, Então esse moral, escadas funciona bastante. E por último, a vulnerabilidade do líder sempre admito. Todos os erros que eu faço, peça, desculpa e fala assim Olha a primeira guerra que eu, então se alguém falar em olha, comete um erro, perdi um documento. Não posso não chegar atrasada. Pode ter uma super liberdade de falar isso para que o clima não fique pesado, porque o escritório de advocacia, sem o clima muito pesado em geral, eu acho que ninguém consegue ficar muito tempo sem sistema perpetuado. Eu acredito que hoje estão.

Gabriel:   24:48
Eu acho que se de um ano é difícil de fato permitir. Na advocacia está lidando com prazos. O risco é muito grande, são questões muito sensíveis às pessoas. Só que, de outro lado, sem fim, não cria um ambiente seguro para errar. Não vai. Não vai existir inovação, a gente vai ter uma construído úmido, Fica difícil aí uma outra questão que já fala que repetidas vezes, de que o nosso curso online no nosso blog, é que grande parte dos erros que acontecem a gente tem de a pessoa lisa ao erro. Então, assim, a culpa daquele advogado que perdeu o prazo, recuperar aquele advogado que foi incompetente e, de fato, pode ter ser que o problema seja ele, mas pela nossa experiência, que a maior parte do dia no escritório, advocacia são estruturais. São erros que acontecem pela falta de procedimento, falta de definição de procedimentos internos a falta de definição de tarefas, falta de alinhamento, de cultura. Depois que a gente tem uma uma análise, a escritora sobre essa ótica, fica mais fácil de manter equipe engajar a fita. Fica mais fácil manter todo mundo motivado. Um ambiente mais saudável é mais divertido. Talvez acho que advocacia não precisa se dar na forma da forma como era antigamente. É difícil. É muita responsabilidade, só que a gente não precisa de sofrer tanto que foi preciso reconhecer os doentes, pessoas com o Planalto, como tem em vários, escritório, advocacia.

Sheila:   26:21
Eu acho que assim a gente, principalmente, lá no escritório, a gente trabalha muito com outras empresas. Então, a gente não se migração na nossa gente, tem várias outras transmitiram, e o que a gente mais aprendi é que o erro é extremamente importante para a organização. Então, como você pega um erro, o cartão é porque ele é extremamente importante para aquela empresa, ele contam muito sobre a empresa. Ele conta sobre sobre o que está acontecendo. Se você puxar aquele erro, ele vai te dar um procedimento interno que precisa ser estudado. Então, quando você estuda esse procedimento interno que gerou o erro, você vai ver muita coisa porque o ex seleção o efeito de alguma coisa que precisa ser analisada. Então, assim, quando a gente, pelo menos a visão que eu tenho, como líder, é quando eu acho ele. Eu acho uma oportunidade, porque ele é extremamente importante. Eu acho um erro reiterado. Eu estou achando uma cultura que precisa ser modificada. Dificilmente uma pessoa consegue mudar uma cultura que eu já implantei, digo eu porque eu sou a fundadora da ciência. Tem uma pessoa que está mais forte que eu. Aí eu tenho que me realizar e assim as críticas, se eu tenho alguma estou incomodando muito com a crítica, é que o meu é que está muito ferido, isso meu erro está atrapalhando a organização. Eu tenho que me virar. E cuidar do meu é porque o meu ego jamais pode atrapalhar a organização. Que o objetivo final de qualquer escritório prestar serviço não agrada a Sheila ou agradar a fundadora. Então isso está muito claro na empresa, porque se não a gente vir a ser, existem inúmeros exemplos aí, principalmente agora, nesse voltar à política nesse contexto mundial, que a gente vive, de líderes que estão pensando muito mais no seu próprios interesses particulares particulares. Dois anos liderados. E quando estavam a fazer isto é uma doença na organização. Então, acho que a capacitação do líder é muito importante para a empresa funcionar.

Gabriel:   28:19
Eu acho que se encaixa com que você trouxe sobre a fragilidade do poder ser frágil e teoria no direito. Não pode ser frágil, não tem que ser muito sério, Tem todo apoio e que é comum na classe. Mas, às vezes, é importante que a gente mostre um pouco de fragilidade para equipe. Seja realmente sincero para criar um ambiente mais seguro para erro, para para fomentar a inovação. Acho que isso é essencial para qualquer empresa que utiliza inovação, fila e sobre tecnologias com que indica a prática. Pode dar para os escritores, para que eles consigam encontrar tecnologia ideal para a realidade de um desafio difícil. Você sabe o que realmente funcione. Tem tanta coisa Você abriu Abdalla, E dois. Ele tem treze. Muitas empresas que entre empresa, cada dia que passa, aumenta como quem sabe o que é o que funciona para o escritório. Qual tipo de tecnologia busca? E com o tipo de tecnologia? Não buscar

Sheila:   29:20
esta? Então? Dicas práticas? Uma treze Já primeiro abrir dois Ele não dá para você, Eu já fiz isso. Esta demora muito não vale a pena se perde muito tempo, ficar entrando dois ele e ver todas as ases. Destacar as Lotex, a liga, o Tex que tenha o que vale a pena você se associar na na A b dois w que não é careta para você até como como autônomo mesmo, não só venceu como escritório entrar nos grupos de whatsapp que tem lá te interessam. Ele conta precisa de alguma coisa semana uma mensagem do grupo de um ataque que eles se referenciam muito melhor. Tudo que você precisa é muito mais eficaz do que você ficar procurando uma uma aquilo que você precisa Não, não é porque estou fazendo. Esse pode queixa, mas a fila extremamente interessante. Por mais que não importa também que você tem. Imagina se você sente, por exemplo, receber uma dor de barriga no escritório. Sem poder contar com o profissional vai se entregar em cinco dias de trabalho Extremamente interessante que às vezes você tem uma dor de barriga, o funcionário vai embora, ele se demitiu, convida, vamos dizer assim porque eu tive aqui duas que pegar, enfim, outro outra coisa importante. Não acredito que um salto vai resolver o problema da sua vida. Eu, no escritório tem pelo menos quatro só na área jurídica. Aí na área financeira tem mais dois e eu estou sempre trocando. A terceira dica é não paradinha. Eventos não para e sempre conversa. Comissão secreta tem muito cliente. Resta a TAP. Eles estão sempre mandando eventos. Estou sempre rindo porque dá muita preguiça de agenda de advogada lotada. É lotada mesmo, mas vale a pena aí porque eu conheci gente legal entendeu E assim eu tenho um background aqui na minha mão de uma das linhas. Descendência é que tem várias, É judeu, espanhol, japonês, mas na minha parte do dia, judeu fala muito assim. Você tem que dar cinco minutos, pelo menos de ouvido para todas as pessoas que vêm falar com você, então dá cinco minutos para ver as pessoas. Nem todo mundo vai agregar tudo na vida, mas se você encarar para ouvir, nunca ninguém está sempre ocupados para perder muita oportunidade. Então assim, principalmente nesse mundo desta etapa muita gente vai parar para querer falar alguma coisa com você. Mas dá cinco minutos de ouvido, não consta nada sabe e a última dica Assim procura, sempre está respondendo a pesquisa de satisfação e sendo muito grave com o pessoal que desenvolve estar cabe. Porque o egoísmo é uma coisa que passou de uma ordem. Entender. A gente tem que ser sempre grata, contribuindo com todo mundo que ajuda a gente mesmo que a gente nunca vai receber nada em troca, porque se não a gente não, não vai participar da próxima era que não. Meu ponto de vista ao egoísmo já era, não vai sobreviver nessa nova economia.

Gabriel:   32:17
Seguindo essa parte do fim de Beck que a parte que mais gosta que deferiu. E eu acho que isso vale para todas as empresas, às vezes o que o problema que seu escritório tem, Mas ele não é assim por cento resolvido por uma empresa. Mas se você de forma genuína, conversar com a empresa, talvez empresa, pode inclusive começar a criar customizações para você. Acho que existe muita com a criação entre clientes e estar tapie. Isso acontece que aqui, com a gente na fila, por exemplo, eu acho que isso acontece em qualquer ramo. Acho que começa a entender o que existe conversa com as pessoas, dando sugestões porque dá para qual criar. Muita coisa. Está falando de nova ação, de de várias coisas que ainda não existem. E é bom tanto para quem está utilizando a tecnologia, quanto para quem está desenvolvendo e Sheila Para que encerrar aqui que hoje o tema de hoje foi de um escritório tradicional para o escritório tecnológico? Quais são as suas dicas Assim? Centrais tanto para quem está no escritório tradicional e sabe que vai fazer a vida quanto para quem, hoje, tão território pequeno está querendo transformar os escritórios, Quais dicas práticas expressas para esses colegas aí que estão nos escutando.

Sheila:   33:40
Bom, A primeira eu já falei, mas a vou repetir, porque ela é a mais importante, É mais de sete. Não é porque você é um escritório pequeno, que você não pode ganhar dinheiro. Às vezes escritório pequeno ganha mais de um escritório grande, então a ser margem de lucro, indica. Faturamento não quer dizer que às vezes após faturar um milhão e tem um lucro de cinquenta mil reais e às vezes após faturar agora, duzentos mil reais e tem um lucro de cento e noventa mil reais. Então vamos quebrar esse mais de sete de escritório pequeno não não escala. Segunda Dica Não existe a possibilidade de você escalação, senão se digitalizar, pois nessa cabeça, então se você está rolando quebra isso. Se você tem alguma dificuldade, se digitalizar, procure um psicólogo, um profissional que quebra as mães de nossa cabeça porque digitalizar não é comprar um aparelho e aprender a mexer nele. Digitalizar é aprender que você nunca mais vai deixar de aprender. É muito mais profundo do que comprar uma parelha, estavam sofrendo seu escritório. Digitalizar significa que você vai ter que escutar para sempre que você vai ter que entender que você não sabe nada para sempre e que você está aprendendo para sempre é muito mais profundo do que comprar um solta. Porque mudar o do seu escritório ou do que entendeu. Que o código fonte, o que é muito mais profunda do que isso, é um processo de humildade, aprendizado e solidariedade continua. Então essa é uma dica prática que não sei. Setor pratica esta, mas é a mais sincera que eu consigo dar. E a terceira é não tenta manter o foco, porque, apesar de aprendizado contínuo, têm muita. Esta etapa tem muita Loteca, tem muita liga o TEC e assim entrar na para os grupos, se cadastra, pega os grupos de startup, conversa com pessoas e pede ajuda para as pessoas tirarem que sozinho você vai se perder.

Gabriel:   35:56
Muito obrigado. Sheyla Goste bastante a nossa conversa muito da sua trajetória,

Sheila:   36:02
só para atrelar

Gabriel:   36:06
quando o seu trabalho de verdade difícil demais. Igual você disse a mulher. Só seu escritório com um ambiente e que você tá concorrendo com escritórios grandes. Mas mesmo com o escritório pequeno, conseguiu bater de frente com escritórios grandes inscrita muito nisso acredita que o modelo de quase todos escritórios de grande porte ele é insustentável e os escritórios, pequenos escritórios de médio porte começarem a utilizar a tecnologia bem feita. Eles vão conseguir entregar serviços melhor do que os grandes e com serviços mais em conta bastante isso você é uma esperança para a gente, para todos os outros colegas que estão nos escutando brigadas federais por ter topado esse desafio,

Sheila:   36:55
Mas é obrigada a esta outra para não deixar nada nebuloso. Ajuda família

Gabriel:   37:02
diminuiu no horário Está a gestação de diminuição de custo, de estrutura, que é um grande problema que eu vejo em grandes escritórios, não

Sheila:   37:10
nada ligada a tirar

Gabriel:   37:13
nossa dignidade, porque Eu

Sheila:   37:14
também gosto de ter vida. Saltaria, diminui o custo de estrutura. Quando você põe pessoas para fazer

Gabriel:   37:22
coisas de robô, está aumentando o custo de estrutura,

Sheila:   37:26
entendeu como boa. Faz muito mais barato do

Gabriel:   37:28
que pessoas, coisa que a pessoa tem tudo. Mas eu concordo colegas, advogados, colega, advogadas, e agradece novamente pela audiência de cinquenta. Muito feliz de estar aqui com vocês pelo carinho e segue pela audiência. Ficar pouco chegou sim e outro também para os próximos. Na próxima semana a gente vai convidar um advogado gosta bastante que o Bruno para falar sobre eficiência no controle de prazos processuais. Um tema também é importante para eles, estão a falta de controle de prazos. Ela viverá uma dois cabeça em nome para advogados, então é muito importante. Esteve sim dizer isso e acredito que você não gosta, mas estão aqui até agora, não se inscreveram depois que esta fila e também compartilhar esse conteúdo, muitos colegas, advogados e advogadas. Se você quiser também acessar esse conteúdo informado, Escrito assim, entrar no Blog da frio que você vai encontrar A transcrição dessa prisão de forma de arte popular também se vê novamente na próxima quarta feira. Até logo